Linha amarela

Ontem na linha amarela, na direcção ao estádio do dragão, vinha ao pé de uma das portas um senhor a tombar para os seus 35 anos, com um pólo à lacoste, com traços de uma cor à flor do mal a ler “viagem ao fim da noite”, de céline, edição ulisseia e de óculos escuros.

One thought on “Linha amarela

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s