Consciência

“Vivemos no esquecimento
das nossas metamorfoses.
Mas esse eco que se estende
ao longo do dia todo
esse eco, fora do tempo,
de angústia ou de ternura…
Estaremos perto ou longe
da nossa consciência?”

As palavras de Paul Valéry, em Alphaville, Godard.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s