Das estrelas e da invisibilidade

Fotograma de Hélas Pour Moi, Godard.


Eis o que é exacto : em 1932 , o holandês Jan Oort estuda estrelas que se afastam da Via Láctea. Rapidamente, como previsto, a gravidade puxa-as para trás. Estudando a posição e a velocidade dessas estrelas repratiadas , Oort pôde calcular  a massa da nossa galáxia. Qual não foi a sua surpresa quando descobriu que a matéria visível representava apenas 50% da massa necessária para a distribuição de uma tal força gravitacional. O que aconteceu, então, à outra metade do Universo? Tinha nascido a matéria negra. Omnipresente, mas invisível.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s