Rua

Sabemos só da rua a menor parte:
o trânsito, as vitrinas,
o carteiro. Quando muito
sabemos os gestos, alguns rostos, um
braço de criança estendido para a mãe,
o trôpego avançar dos mais idosos
utentes, os de menos duração.
Mas nem sempre sabemos os ínvios lugares,
os pontos de sofrimento,
as tão insuportáveis direcções.
Oh, não, da via crucis não sabemos
sempre a longa diária repetição,
o desamor das esquinas, a frieza
do cimento, do tempo a mastigação.

A.M.Pires Cabral, Antes que o rio seque, Assírio & Alvim, 2006.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s