Da simplicidade de Abbas

 

Tenho em mãos um livro belíssimo sobre a obra de Kiarostami Para início, são 52 fotografias de estradas que o cineasta fotografou, cineasta que se vê mais fotógrafo que cineasta, na verdade. Textos críticos de  Youssef Ishaghpour, duas ou três coisas que Abbas sabe de si e quatro poemas inéditos no meio de uma árvore solitária.

…e ainda uma última coisa: no final                                        
de Onde fica a casa do meu amigo?, o velho diz ao menino :  “Se não falo, posso caminhar mais rápido”,                
E o menino responde : “Está bem, então não fales”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s