A constant force, Cassavetes

 

“E quando não conseguimos encontrar o caminho para casa, é quando considero que vale a pena fazer um filme, porque isto é interessante.”

“Quero pôr no ecrã a forma como as pessoas se conseguem relacionar uma com as outras, como as pessoas querem amor, não dinheiro, nem mais nada e o que passam para o conseguir.”

” Ter uma filosofia é saber como amar.”

“Tudo o que me interessa é o amor.”

Em Constant Forge, sobre a vida e arte de Cassavetes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s